Brasil Com presença de Lula, PT oficializa candidatura de Haddad à reeleição em São Paulo

Com presença de Lula, PT oficializa candidatura de Haddad à reeleição em São Paulo

Gabriel Chalita (PDT), ex-secretário municipal de educação, será candidato a vice na chapa

Com presença de Lula, PT oficializa candidatura de Haddad à reeleição em São Paulo

Gabriel Chalita (esquerda) e Fernando Haddad formarão a chapa do PT na disputa da prefeitura

Gabriel Chalita (esquerda) e Fernando Haddad formarão a chapa do PT na disputa da prefeitura

Com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PT oficializou a candidatura do prefeito Fernando Haddad à reeleição na convenção do diretório municipal do partido, em São Paulo. O candidato a vice-prefeito será Gabriel Chalita (PDT), ex-secretário municipal de educação.

Estavam presentes na Quadra do Sindicato dos Bancários, no Centro de São Paulo, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, o presidente nacional da CUT, Wagner Freitas, e os presidentes dos partidos que compõem a coligação Mais São Paulo: PCdoB, PDT, PR e PROS.

Para o ex-presidente Lula, esta será a eleição municipal mais difícil que o PT já disputou em São Paulo.

— O Haddad cometeu o pecado de não fazer propaganda das coisas que ele fez. A gente tem que fazer propaganda, sim. Se a gente não comunica ao povo nossos feitos, a as pessoas não ficam sabendo das coisas extraordinárias que nós fazemos.

Lula também demonstrou preocupação com o pouco espaço que Haddad terá na TV.

— Temos poucos minutos. Vamos lutar nos debates.

Ao lado de Rui Falcão, Paulo Fiorilo, líder do PT na Câmara Municipal, aproveitou para atacar os adversários de Haddad.

— Tem candidato por aí que mudou de sigla porque queria integrar um partido ético, mas se aliou ao partido (do deputado afastado e ex-presidente da Câmara dos Deputados) Eduardo Cunha.

Fiorilo também cutucou o empresário João Doria, que sugeriu privatizar as ciclofaixas caso seja eleito.

Assine já o R7 Play e veja a programação da Record online