STF

Brasil Condenado pelo STF, deputado Protógenes Queiroz perderá cargo de delegado

Condenado pelo STF, deputado Protógenes Queiroz perderá cargo de delegado

Supremo ainda comunicou o Congresso, que vai avaliar se cassa mandato do parlamentar

Protógenes Queiroz (foto) não foi reeleito como deputado

Protógenes Queiroz (foto) não foi reeleito como deputado

Antônio Cruz/ABr

O deputado federal Protógenes Queiroz (PC do B) foi condenado a dois anos e seis meses de prisão, na tarde desta terça-feira (21), pelo STF (Supremo Tribunal Federal). Ele foi acusado de violação de sigilo funcional, no caso da Operação Satiagraha, quando era delegado da Polícia Federal.

Segundo o STF, Queiroz perderá o cargo de delegado, função que está licenciado desde 2011, quando assumiu como deputado federal. O Supremo ainda comunicou o Congresso sobre a decisão para que seja avaliado se o mandato dele será cassado.

O delegado disputou a eleição deste ano, mas não foi reeleito. Com isso, ele permanece como deputado somente até o começo do ano que vem.

A pena será convertida em medidas alternativas. Queiroz ainda pode entrar com um embargo de declaração, recurso que será julgado pelo mesmo colegiado.

O R7 entrou em contato com Protógenes Queiroz, mas até a publicação desta matéria, o parlamentar não havia sido localizado.

Últimas