Brasil Confederação Israelita do Brasil decide processar Ciro Gomes

Confederação Israelita do Brasil decide processar Ciro Gomes

Em mais uma polêmica, o ex-presidenciável do PDT disse que o presidente Jair Bolsonaro é amigo de 'corruptos da comunidade judaica'

Ciro já se envolveu em diversas polêmicas

Ciro já se envolveu em diversas polêmicas

Nacho Doce/Reuters - 20.9.2018

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) vai processar o ex-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) por antissemitismo. Em entrevista ao site HuffPost Brasil, publicada no sábado, 20, Ciro afirmou que "agora Bolsonaro diz aos grupos de interesse o que eles querem ouvir".

"Por exemplo, para os amigos dele aí, esses corruptos da comunidade judaica, que acham que, porque são da comunidade judaica, têm direito de ser corrupto. Corrupto, para mim, não interessa se é curdo ou cearense. Corrupto é corrupto, ladrão é ladrão", disse o ex-ministro.

"Mais uma vez, Ciro Gomes nos ataca de forma generalizada, agora chamando membros da comunidade de 'corruptos'. Não vemos Ciro ligar outras minorias ou grupos à corrupção no Brasil", disse a Conib em nota, pedindo retratação. Ciro não foi localizado.

Ciro se envolveu em diversas polêmicas e processos judiciais desde que começou a dar os primeiros passos para a disputa presidencial do ano passado. O pedetista acumula cerca de 80 processos judiciais, a grande maioria por crimes contra a honra, como injúria, calúnia e difamação, movidos por políticos.