Novo Coronavírus

Brasil Conheça o cronograma da vacinação de idosos nos Estados

Conheça o cronograma da vacinação de idosos nos Estados

Com o avanço da imunização dos grupos prioritários, alguns locais já têm calendário para aplicar doses nos idosos em geral

Resumindo a Notícia

  • Alguns Estados já vacinam idosos que não vivem em instituições permanentes
  • Muitos, porém, afirmam que dependem do Ministério da Saúde para avançar
  • Vencida a 1ª etapa do plano de imunização, pessoas acima de 60 anos têm prioridade
  • Falta de imunizantes é o principal entrave para a campanha engrenar
Ribeirinho do interior do Amazonas é vacinado na porta de sua casa de palafita

Ribeirinho do interior do Amazonas é vacinado na porta de sua casa de palafita

Bruno Kelly/Reuters - 01.01.21

Menos de um mês após o início da vacinação contra a covid-19 no Brasil, alguns Estados já entraram na fase de vacinação dos idosos que não moram em instituições permanentes, como asilos.

Na região Sudeste, os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro já tem cronograma definido. Em São Paulo, a Secretaria de Saúde afirma que quem perder o prazo pode ser vacinado em outra data, mas pede para a população tentar cumprir as determinações como forma de evitar aglomeração.

No Rio de Janeiro, os idosos que não puderem ir no seu dia durante a semana devem procurar a vacinação no sábado seguinte à sua data para se vacinar. "Não será negada a vacinação dos mais idosos em data posterior, mas é muito importante ressaltar a relevância de respeitar as datas anunciadas para que se evite aglomerações e se preserve justamente aqueles mais vulneráveis", afirma a Secretaria de Saúde do Estado.

A capital fluminense, inclusive, disse já ter iniciado a vacinação dos idosos em geral e definiu um calendário semanal de acordo com a idade da pessoa. Em 1º de fevereiro, quem tem 99 anos ou mais recebeu a primeira dose do imunizante.

Muitos locais, no entanto, afirmam que ainda dependem do recebimento de novas doses dos imunizantes aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para avançar no plano de vacinação da população.

Leia mais: Com mais de 2,5 milhões de doses, Brasil é 8º em ranking de vacinação

Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, coloca os idosos acima de 60 na lista de prioridade para serem imunizados após profissionais de saúde, idosos e portadores de deficiência institucionalizados e povos indígenas vivendo em aldeias.

Arte/R7

Últimas