Brasil Constituição é o único norte da democracia, diz Bolsonaro

Constituição é o único norte da democracia, diz Bolsonaro

Presidente eleito participou nesta terça de solenidade em comemoração aos 30 anos da Constituição, primeiro evento oficial após a eleição

Bolsonaro

Jair Bolsonaro em evento na Câmara dos Deputados

Jair Bolsonaro em evento na Câmara dos Deputados

Walterson Rosa/FramePhoto/Folhapress - 06.11.2018

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse, nesta terça-feira (6), que a Constituição é o único norte da democracia. "Na topografia existem três nortes: o da quadrícula, o verdadeiro e o magnético. Na democracia, só [existe] um norte, que é o da nossa Constituição", afirmou.

Bolsonaro participou de solenidade em comemoração aos 30 anos da Constituição Federal, em seu primeiro evento oficial depois da eleição.

'Constituição deve ser cumprida', diz Raquel Dodge em evento na Câmara

O presidente eleito afirmou ainda que vai continuar "construindo o Brasil que o povo merece". "A união entre nós, que estamos ocupando cargos chaves na República, pode mudar o destino dessa grande nação".

Bolsonaro agradeceu por ter sobrevivido ao atentado que sofreu em Juiz de Fora (MG), no dia 6 de setembro deste ano, e afirmou que "é bom rever velhos amigos, fazer novas amizades" ao voltar para o Congresso Nacional como presidente eleito

Presidente do Senado exalta soberania do voto popular

Chegada a Brasília 

Bolsonaro chegou a Brasília por volta das 8h55 desta terça-feira. Dentre os participantes da comitiva do presidente eleito estavam o vice-presidente eleito general Hamilton Mourão, o presidente da União Democrática Ruralista, Nabhan Garcia, um dos filhos do presidente eleito, Jair Renan Bolsonaro, entre outros assessores.

Depois do evento na Câmara dos Deputados, Bolsonaro almoçará com o atual ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, na Esplanada dos Ministérios. Às 14h, o presidente eleito fará uma visita ao comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, e, às 16h, encontrará com o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas.

Na quarta-feira (7), Bolsonaro tomará café da manhã com o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Rossato, às 8h. Às 10h, visitará o presidente do STF, Dias Toffoli, e, ao meio-dia, almoçará com o presidente do STJ (Supremo Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha. 

No começo da tarde, às 14h, participará de reunião com a equipe de transição no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) em Brasília e, às 16h, se encontrará com o atual presidente, Michel Temer.