Novo Coronavírus

Brasil Covid-19: Brasil tem uma morte e 54 casos confirmados em presídios

Covid-19: Brasil tem uma morte e 54 casos confirmados em presídios

Segundo Departamento Penitenciário Nacional, prisões brasileiras têm ainda 181 casos suspeitos de coronavírus. Morte foi registrada no Rio de Janeiro

  • Brasil | Kaique Dalapola, do R7

Coronavírus chegou em presídios brasileiros

Coronavírus chegou em presídios brasileiros

GETTY IMAGES

O Rio de Janeiro registrou, nesta sexta-feira (17), a primeira morte por Covid-19 no sistema carcerário brasileiro. Além desse óbito, o país tem outros 54 casos confirmados e 181 suspeitas de presos infectados com o novo coronavírus, conforme dados do Depen (Departamento Penitenciário Nacional), do Ministério de Justiça e Segurança Pública.

Conforme os dados oficiais, o Rio de Janeiro não tem nenhum outro caso suspeito ou confirmado no sistema carcerário — apenas o óbito. Em outros 10 Estados há casos de suspeita da Covid-19 em presídios, sendo que em sete já existe a confirmação de pelo menos um caso.

Leia também: São Paulo tem 48 presos isolados com suspeita de coronavírus

Ainda de acordo com os números do Depen, Distrito Federal é onde mais se tem casos confirmados (38), e a terceira unidade federativa com mais casos suspeitos (38 também). Minas Gerais, com 48 possíveis contaminados pelo novo coronavírus, é o Estado com maior número de casos suspeitos, seguido por São Paulo, com uma suspeita a menos. Os presídios paulistas ainda têm quatro confirmações.

No Norte do país, três Estados têm suspeitas de contaminação com novo coronavírus nas unidades prisionais. Pará, com 10 suspeições e quatro confirmações, é o com mais casos. O Estado é seguido por Roraima, que tem o mesmo número de casos confirmados, e outros quatro presos estão com suspeita de contaminação. Por fim, Acre tem seis suspeitas de coronavírus nos presídios

Na região Nordeste não há nenhum caso confirmado, no entanto, existem dois casos suspeitos em Pernambuco e outro no Ceará. No Sul, existe 21 suspeitas no Rio Grande do Sul e outras cinco em Santa Catarina — neste Estado com uma confirmação.

Últimas