Covid-19: governo aprova medidas para área da assistência social

Estado deve garantir oferta de serviços, programas socioassistenciais voltados à população mais vulnerável e em risco social e integração no SUS

Orientações têm como alvo a população vulnerável e em risco social

Orientações têm como alvo a população vulnerável e em risco social

Fernando Frazão / Agência Brasil / 02.04.2020

O governo federal aprovou recomendações gerais aos gestores e trabalhadores da assistência social para garantir a continuidade de serviços e atividades essenciais, com medidas e condições que garantam a segurança e a saúde dos usuários e dos profissionais, em meio à pandemia de covid-19.

Leia mais: Pagamento de R$ 600 deve começar na semana que vem, diz Bolsonaro

A Portaria nº 54/2020 foi publicada nesta quinta-feira (2) no Diário Oficial da União e se estende a todo o Sistema Único de Assistência Social (Suas) dos estados, municípios e do Distrito Federal.

O texto destaca a importância de o Estado brasileiro garantir a oferta regular de serviços e programas socioassistenciais voltados à população mais vulnerável e em risco social e promover a integração necessária entre o Suas e o Sistema Único de Saúde (SUS).

Leia mais: Empresários usam a criatividade para driblar crise e continuar ativos

Na semana passada, o Ministério da Cidadania já havia definido medidas, no âmbito da rede de assistência social pública e privada, para enfrentamento da emergência em saúde pública decorrente do novo coronavírus.

O documento publicado hoje traz a nota técnica da Secretaria Nacional de Assistência Social, com as recomendações específicas sobre as estruturas assistenciais, e instruções sobre o uso de equipamentos de proteção.

Leia mais: Curva de contágio 'pode explodir' nas favelas, diz especialista

Nele, o governo federal orienta sobre a necessidade de reorganizar as ofertas de serviços, considerando o que pode ser temporariamente suspenso ou adiado, e articular com a área da saúde para uma avaliação cotidiana da evolução da pandemia e das medidas que devem ser adotadas.