Brasil Covid-19: PGR determina que Saúde investigue colapso no Amazonas

Covid-19: PGR determina que Saúde investigue colapso no Amazonas

Objetivo é apurar causas e responsabilidades pelo colapso no sistema de saúde de Manaus, capital do Amazonas

  • Brasil | Do R7

Resumindo a Notícia

  • PGR determina que Ministério da Saúde investigue colapso em Manaus, no Amazonas
  • Medida visa apurar causas e apontar responsáveis pela crise no sistema de saúde
  • Além disso, objetivo é definir diretrizes para impedir o que aconteceu em Manaus
  • Investigação sanitária deve revelar se houve qualquer mudança no perfil do vírus
Falta de oxigênio foi gota d'água para colapso do sistema de saúde de Manaus, no Amazonas

Falta de oxigênio foi gota d'água para colapso do sistema de saúde de Manaus, no Amazonas

Raphael Alves/EFE - 14.01.2021

O procurador-geral da República Augusto Aras determinou, nesta segunda-feira (18), que o Ministério da Saúde abra um inquérito epidemiológico e sanitário com o objetivo de apurar causas e responsabilidades pelo colapso no sistema de saúde de Manaus, capital do Amazonas, por conta da escalada de casos de covid-19 no Estado, aliada a falta de oxigênio para pacientes graves da doença. 

Leia mais: Pazuello afirma que vacinação no Brasil será 'a maior do mundo'

A medida se dá paralelamente a outra providência de Aras, que no sábado (16), requisitou investigação sobre uma eventual omissão dos governos estadual e muncipal — no âmbito do STJ (Superior Tribunal de Justiça). O procurador-geral da República ainda solicitou ao Ministério da Saúde informações sobre o cumprimento das medidas de sua competência no contexto da crise na saúde pública no Amazonas.

Na semana passada, os estoques de oxigênio acabaram em diversos hospitais de Manaus, levando morte e desespero a diversos internados e familiares. Segundo médicos, pacientes morreram por asfixia por conta da falta do insumo básico. 

O pedido de Aras tem como destinatário o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. A medida pede o esclarecimento das causas do colapso, que geraram “estado de apreensão local e nacional quanto à falta de insumos básicos de saúde”.

O objetivo, segundo a determinação do PGR, é viabilizar a definição de “diretrizes capazes de impedir a repetição do quadro registrado no Amazonas em qualquer outro ente da Federação”.

A investigação sanitária deve revelar, também, se houve qualquer mudança no perfil do vírus, de maneira que influenciasse na dinâmica da epidemia. 

O inquérito tem caráter administrativo mas poderá ser acompanhado por representantes do MPF (Ministério Público Federal), a serem designados pelo PGR.

Últimas