Brasil Covid: cidades mais dependentes do SUS registraram menos mortes

Covid: cidades mais dependentes do SUS registraram menos mortes

Pesquisa do BNDES ainda apontou Florianópolis, São Paulo e Palmas com capitais mais eficazes para combater a pandemia

  • Brasil | da Agência Brasil

Pesquisa começou com fundo para ajudar os municípios mais vulneráveis a combater a covid

Pesquisa começou com fundo para ajudar os municípios mais vulneráveis a combater a covid

Alejandro García/EFE - 23.04.2020

Os municípios onde há mais dependentes do Sistema Único de Saúde foram os que tiveram menos mortes por covid-19. Já aqueles com economia mais forte houve mais mortes causadas pelo coronavírus.

A conclusão está na pesquisa “IVM - Índice de Vulnerabilidade Municipal de 2021-COVID19”, desenvolvida pelo Instituto Votorantim e pelo BNDES, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. A ideia é que as conclusões desse estudo sirvam de apoio para os municípios enfrentarem a crise sanitária.

Os dados do estudo foram apresentados nesta segunda-feira na Comissão Temporária da Covid-19, no Senado.

O gerente do Instituto Votorantim, Rafael Gioielli, comentou sobre a relação entre óbitos e condições do sistema público de saúde e a economia nos municípios, para ele é possível dizer que o sistema público teve um desempenho melhor que o sistema privado.

A pesquisa começou em março de 2020, com a criação de um fundo, com investimento de 150 milhões de reais do BNDES, para ajudar os municípios mais vulneráveis a combater a covid. 274 municípios receberam ações e programas; enquanto, 151 municípios receberam ajuda na gestão pública, do Instituto Votorantin.

O gerente do departamento de educação e investimentos sociais do BNDES, Conrado Matos, falou sobre o apoio aos municípios. Para ele o programa AGP de apoio a gestão pública foi necessário para a gestão dos municípios em saúde.

A pesquisa apresentou ainda o Índice de Eficácia no Enfrentamento da Pandemia, que mostra o desempenho médio de cada município, ou seja, quantos óbitos seriam esperados ao comparar com a média de um município com as mesmas características. Essa abordagem apontou que as capitais mais bem preparadas para enfrentar a covid são: Florianópolis, São Paulo e Palmas. Já as menos eficazes para tratar a covid foram Cuiabá, Manaus e Porto Velho.

Últimas