CPI da Covid

Brasil CPI da Covid é retomada após reunião secreta de senadores; veja

CPI da Covid é retomada após reunião secreta de senadores; veja

Sessão desta quarta-feira (26) deve votar 152 requerimentos, entre os quais os de convocação de 9 governadores e 12 prefeitos

  • Brasil | Do R7

Conversa entre senadores ao lado da mesa da CPI atrasou abertura da sessão desta quarta

Conversa entre senadores ao lado da mesa da CPI atrasou abertura da sessão desta quarta

Edison Rodrigues/Agência Senado

A CPI da Covid retoma os trabalhos nesta quarta-feira (26) após reunião secreta dos senadores antes da análise de 142 requerimentos que estão na pauta.

Randolfe Rodrigues pede convocação de Bolsonaro à CPI da Covid

Marcada inicialmente para as 9h30, a sessão começou com atraso, pouco após as 10h e logo foi interrompida pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM). 

"Peço a atenção de senadores e senadoras para fazer uma reunião secreta", solicitou o presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM).

O único senador a falar antes de Aziz foi Humberto Costa (PT-BA), que criticou o presidente da República, Jair Bolsonaro, por ataques feitos nesta manhã a integrantes da comissão.

A sessão de hoje analisaria a convocação de pelo menos 9 governadores e 12 prefeitos.

Os principais nomes da lista são os governadores Wilson lima (PSC-AM) e Carlos Moisés (PSL-SC), além do ex-governador do Rio Wilston Witzel (PSL).

Também será votada a reconvocação do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, que prestou depoimento por dois dias na semana passada.

Últimas