CPI da Covid

Brasil CPI da Covid ouve especialistas sobre erros na pandemia; assista

CPI da Covid ouve especialistas sobre erros na pandemia; assista

Pedro Hallan coordenou programa Epicovid19 e Jurema Werneck representa grupo que levanta número de mortos pela doença

  • Brasil | Do R7

Pedro Hallal e Jurema Werneck

Pedro Hallal e Jurema Werneck

Fotos Facebook e Agência Senado

A CPI da Covid ouvirá nesta quinta-feira (24) o epidemiologista e pesquisador da UFPel (Universidade Federal de Pelotas) Pedro Hallal, e Jurema Werneck, representante do Movimento Alerta. Eles devem falar sobre o combate à pandemia e sobre dados de mortes ocorridas por covid-19, abordando os óbitos que poderiam ter sido evitados.

Pedro Hallal e Jurema Werneck foram chamados por meio de requerimentos do relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL). Os depoimentos estavam previstos inicialmente para a sexta-feira (25), mas foram antecipados pelo presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM).

Esta será a terceira sessão com a participação de especialistas sobre o tema. Já falaram à comissão a microbiologista Natália Pasternak; o médico sanitarista Claudio Maierovitch, ex-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária); e os médicos Ricardo Ariel Zimerman e Francisco Eduardo Cardoso Alves, defensores do tratamento precoce contra a covid.

Ficou prevista para sexta-feira a oitiva do deputado Luís Miranda (DEM-DF) e de seu irmão, Luís Ricardo Miranda, que falarão sobre a compra de Covaxin pelo Ministério da Saúde, investigada pelo Ministério Público Federal.

Últimas