CPI da Covid

Brasil CPI ouve médicos que defendem tratamento precoce; assista ao vivo

CPI ouve médicos que defendem tratamento precoce; assista ao vivo

Comissão do Senado recebe nesta sexta profissionais favoráveis a remédios sem comprovação científica contra a covid-19

  • Brasil | Do R7

Aziz adiou votação de requerimentos para terça

Aziz adiou votação de requerimentos para terça

Jefferson Rudy/Agência Senado - 16.06.2021

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), adiou para a próxima terça-feira (22) a votação dos 40 requerimentos que estavam na pauta da sessão desta sexta-feira (18).

Com a decisão, ficaram para a sessão de hoje apenas os depoimentos de dois médicos que defendem o tratamento precoce contra a covid-19.

Ricardo Ariel Zimerman é ex-presidente da Associação Gaúcha de Profissionais em Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar. Já Francisco Eduardo Cardoso Alves é especialista em infectologia pelo Instituto Emílio Ribas e diretor-vice-presidente da ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social).

Entre os requerimentos adiados estavam quebras de sigilo e convocações para depoimentos. Dois são pedidos para a realização de uma sessão reservada com o ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel. 

A sugestão da reunião secreta com os membros do colegiado foi feita pelo próprio ex-governador, em depoimento à CPI na quarta-feira (16). Ele afirmou que seu impeachment foi "patrocinado", que a perseguição que sofreu impactou o combate à pandemia no Rio de Janeiro e que gostaria de uma sessão  sob segredo de Justiça para narrar o que sabe.

Outro requerimento importante é a convocação do atual governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PSC).

Últimas