Brasil Crivella lidera corrida para Prefeitura do Rio, aponta pesquisa

Crivella lidera corrida para Prefeitura do Rio, aponta pesquisa

Senador aparece em primeiro lugar em dois cenários de primeiro e de segundo turnos

O senador Marcelo Crivella (PRB) lidera a corrida para a prefeitura do Rio de Janeiro, aponta levantamento do Instituto Paraná Pesquisas divulgado nesta segunda-feira (16).

No primeiro cenário, Crivella aparece com 38,1% dos votos, seguido por Marcelo Freixo (PSOL), com 11,4%, e Flávio Bolsonaro (PSC), com 8,1%. Jandira Feghali (PCdoB) aparece com 7,0% e Pedro Paulo (PMDB), com 4,4%.

Os outros candidatos têm 3% dos votos ou menos: Alessandro Molon (Rede) tem 3,0%; Indio da Costa (PSD), 2,2%; Osório (PSDB), 1,4%; Cyro Garcia (PSTU), 1,3%; e Hugo Leal (PSB), 0,7%.

Ao todo, 13,0% dos entrevistados afirmaram que não votariam em ninguém e 9,2% disseram não saber.

No segundo cenário, Crivella aparece com 31,2% dos votos, seguido por Romário (PSB), com 16,3%, e Freixo, com 9,4%. Bolsonaro (PSC) surge com 7,1% e Jandira com 4,8%. Clarissa Garotinho (PR) tem 4,2% e Pedro Paulo alcança 3,6%.

Os demais candidatos têm menos de 3%: Molon tem 2,7%; Indio da Costa, 1,9%; Cyro Garcia e Osório empatam com 1,1%.

Entre os entrevistados, 9,8% afirmaram que não votariam em ninguém e 6,8% disseram não saber.

Segundo turno

Em um segundo turno contra Freixo, Crivella alcança 53,8% dos votos ante 23,8% do adversário. Ao todo, 14,8% disseram que não votariam em nenhum dos dois e 7,7% disseram não saber.

Contra Pedro Paulo, Crivella chega a 58,0% e o peemedebista a 15,6%. Entre os entrevistados, 16,6% disseram que não votariam em nenhum dos dois e 9,9% disseram não saber.

Clarissa Garotinho possui a maior rejeição entre os candidatos (21,4%), seguida de Bolsonaro (19,3%), Pedro Paulo (17,2%), Crivella (17,1%), Jandira (15,2%), Romário (10,8%), Freixo (9,6%), Indio da Costa (7,8%), Cyro Garcia (7,1%), Osório (7,0%) e Molon (5,2%).

Rejeição a Paes

A pesquisa aponta avanço da rejeição ao prefeito Eduardo Paes (PMDB). Ao todo, 64,1% dos entrevistados disseram desaprovar a atual gestão. Em dezembro, a taxa era de 54,5% e, em julho, era de 42,9%.

O Instituto Paraná ouviu 900 eleitores entre 9 e 12 de maio. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número RJ-04539/2016.

Leia mais notícias de Brasil

Últimas