Brasil Defesa de Lula pede ao STF acesso a mensagens vazadas da Lava Jato

Defesa de Lula pede ao STF acesso a mensagens vazadas da Lava Jato

Advogados também pedem a nulidade do processo e a plena liberdade do ex-presidente, preso na PF de Curitiba desde abril do ano passado

STF

Lula está preso desde abril de 2018

Lula está preso desde abril de 2018

Antonio Lacerda/EFE - 02.04.2018

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu acesso às mensagens trocadas entre membros da força-tarefa da Lava Jato referentes a Lula. 

O pedido foi assinado na segunda-feira (12) e enviado à Justiça nesta terça-feira (13).  

As mensagens foram vazadas pelo site The Intercept Brasil e outros veículos de comunicação. 

Supremo suspende transferência de Lula para Tremembé

Segundo a decisão, as mensagens são de interesse da defesa, já que se referem a "a desvios e ilegalidades — no sentido mais amplo da expressão — praticadas pelo Estado-Acusador" no processo de Lula. 

Os advogados do ex-presidente também pedem a concessão de medida liminar para a imediata liberdade de Lula, bem como reconhecer a nulidade do processo do triplex do Guarujá. 

Lula está preso na PF (Polícia Federal) de Curitiba desde o dia 7 de abril do ano passado, condenado a 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão