Brasil Deputados bolsonaristas planejam defesa após quebra de sigilos

Deputados bolsonaristas planejam defesa após quebra de sigilos

Parlamentares investigados no inquérito das fakes news se reúnem nesta quinta-feira (17) para traçar estratégia jurídica no processo

  • Brasil | Thiago Nolasco, da Record TV

Alexandre de Moraes autorizou quebra de sigilo

Alexandre de Moraes autorizou quebra de sigilo

Nelson Jr./SCO/STF - 10.09.2019

Os dez deputados da base de apoio do presidente da república, Jair Bolsonaro, que tiveram os sigilos bancários quebrados vão definir uma estratégia conjunta de defesa. O grupo conseguiu na tarde desta quarta-feira (17) acesso ao inquérito e, amanhã, se reúne para definir as possibilidades jurídicas de atuação no processo.

A  quebra de sigilo foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), na última terça-feira (16). Os parlamentares são investigados no inquérito das fakes news, relatado por Moraes.

Os políticos que tiveram os sigilos quebrados foram Daniel Silveira (PSL-RJ), Cabo Junio Amaral (PSL-MG), Otoni de Paula (PSC-RJ), Caroline de Toni (PSL-SC), Carla Zambelli (PSL-SP), Alê Silva (PSL-MG), Bia Kicis (PSL-DF), General Girão (PSL-RN), Guiga Peixoto (PSL-SP) e Aline Sleutjes (PSL-PR).

Últimas