Brasil Deputados decidem nesta segunda como será eleição da Câmara

Deputados decidem nesta segunda como será eleição da Câmara

Atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defende que parlamentares do grupo de risco votem em sistema virtual da Casa

  • Brasil | Flavio Moraes da Record TV

Sucessor de Maia deve ser eleito com voto presencial

Sucessor de Maia deve ser eleito com voto presencial

Michel Jesus/Câmara dos Deputados -15.12.2020

A Mesa Diretora da Câmara deve decidir nesta segunda-feira (18), em reunião marcada para as 10h, como será a eleição para  presidente da Casa.

A dúvida está ainda na data, prevista para o início de fevereiro, e o formato da eleição: a forma presencial é a mais provável, deixando fora da regra apenas parlamentares mais velhos ou com problemas de saúde.

A intenção da Mesa é apresentar um projeto de eleição híbrida, onde os parlamentares possam escolher se irão votar no modo virtual, como tem acontecido desde o começo da pandemia do novo coronavírus, ou se em modo presencial, como determina o regimento interno da casa.

A sugestão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) é que deputados do grupo de risco para a covid-19 possam votar pelo sistema interno da Casa, a distância. 

O segundo secretário da Mesa Diretora, deputado Mario Heringer (PDT/MG), afirma que a segurança já foi testada e o resultado foi positivo.

"Votamos emendas constitucionais sem problema nennhum, conversei com os responsáveis pela segurança tecnológica da Casa e eles afirmaram que não há riscos, então  temos que dar o exemplo", afirmou o parlamentar.

De acordo com Maia, a eleição já está sendo organizada para que seja presencial. Dois espaços para votação estão sendo preparados nos salões Nobre e Verde para comportar os deputados. A data da eleição ainda está em aberto,  mas tudo indica que ocorrerá no dia 2 de fevereiro.

Além do presidente, vão ser eleitos dois vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes para um mandato de dois anos, e eles vão ser os  responsáveis pela administração da Câmara.

Últimas