Dilma acompanha protestos do Palácio da Alvorada

Presidente deve receber ministros próximos no fim da tarde para definir reação do governo

Dilma acompanha protestos do Palácio da Alvorada

Dilma passa o dia no Alvorada

Dilma passa o dia no Alvorada

André Dusek/Estadão Conteúdo

Sem compromissos oficiais, a presidente Dilma Rousseff acompanha os protestos deste domingo (13) no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República em Brasília (DF). Apesar de não haver confirmação, a expectativa é que a presidente receba ministros próximos no fim da tarde, para avaliar a movimentação em todo o País e definir a reação do governo aos protestos. 

Brasília reúne 25 mil manifestantes em protesto na Esplanada

Em outras ocasiões já houve coletiva de impresa de ministros do governo após manifestações, mas não há confirmação de que o governo se pronuncie ainda hoje. 

Antes do meio dia três carros pretos entraram no palácio,mas não foi possível identificar se eram veículos oficiais de ministros. A expectativa é que a presidente receba os ministros Jaques Wagner (Casa Civil), Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo), Wellington Silva (Justiça), José Eduardo Cardozo (AGU) e o assessor Gilles Azevedo. 

Ontem Dilma esteve em São Paulo para um encontro com o governador Geraldo Alckmin e um sobrevoo às regiões atingidas pelas chuvas. 

Na última semana, a presidente se reuniou por quase três horas com o ex-presidente Lula e ministros no Alvorada. A reunião aconteceu dois dias antes de promotores do Ministério Público de São Paulo pedirem a prisão do ex-presidente

Tensão, reuniões com PM e guarda-costas para Pixuleco: os bastidores dos protestos deste domingo

Dilma faz apelo para que manifestações do domingo sejam pacíficas

Bloqueio

A exemplo do que aconteceu em outros protestos, a segurança do Palácio da Alvorada bloqueou a pista que dá acesso ao local neste domingo (13). Normalmente o acesso é liberado. No entanto, devido às manifestações realizadas em todo o País, a segurança do local foi reforçada e o acesso bloqueado.

A via bloqueada é usada por moradores de Brasília, turistas e jornalistas. Os turistas costumam tirar fotos na frente da residência oficial, que não tem muros, apenas um espelho d'água e um grande gramado, monitorados pela segurança da Presidência 24 horas por dia.

Jornalistas e fotógrafos costumam fazer 'plantão' do lado de fora do Alvorada, para acompanhar a movimentação da presidente e de carros que entram e saem da residência oficial. Nada disso será possível neste domingo, uma vez que o bloqueio fica a 1 km da frente do palácio projetado por Oscar Niemeyer.

É por esta pista bloqueada que a presidente Dilma sai, quando não há manifestações, para andar de bicicleta acompanhada por seguranças. 

O Palácio da Alvorada fica a uma distância de quase seis quilômetros do Congresso Nacional, onde ocorre a manifestação em Brasília. A pista foi bloqueada na altura do Palácio do Jaburu, residência oficial da vice-presidência da República, a uma distância de 1 km do Alvorada. 

Neste domigo (13)  todos os prédios públicos em Brasília cancelaram as visitas de turistas por motivo de segurança.