Brasil Dilma cresce e continua à frente de todos os adversários na corrida presidencial, diz Datafolha

Dilma cresce e continua à frente de todos os adversários na corrida presidencial, diz Datafolha

Presidente só não venceria no primeiro turno quando Marina Silva aparece na sondagem

Dilma cresce e continua à frente de todos os adversários na corrida presidencial, diz Datafolha

Intenções de voto em Dilma oscilam entre 41% e 47%

Intenções de voto em Dilma oscilam entre 41% e 47%

Roberto Stuckert Filho/PR

A presidente Dilma Rousseff (PT) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lideram a corrida presidencial em todos os cenários em que seus nomes aparecem, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada na tarde deste sábado (30) pelo jornal Folha de S.Paulo.

As intenções de voto em Dilma oscilam entre 41% e 47%, dependendo do cenário testado. Lula oscila entre 52% e 56%.

No cenário mais provável, Dilma saltou de 42%, em outubro, para 47%. Em segundo lugar aparece Aécio Neves (PSDB), com 19%, e na sequencia, Eduardo Campos (PSB), com 11%. Na pesquisa anterior, o tucano aparecia com 21% e o socialista, com 15% (veja gráfico comparativo abaixo).

Nesse cenário, o percentual de eleitores que vota em branco, nulo ou que se diz indeciso ficou inalterado em 23%.

Dilma se reúne com lideranças de PT e PMDB em Brasília

Leia mais notícias no R7 Brasil

A presidente só não venceria a eleição no primeiro turno quando Marina Silva (PSB) aparece na sondagem. Mas o nome da ex-senadora não está certo como cabeça de chapa, desde que ela se aliou a Campos. Em uma simulação com Marina, Dilma fica com 41% dos votos, a socialista com 24% e José Serra (PSDB), com 19%. Brancos, nulos e indecisos somam 15%.

Já o ex-presidente Lula venceria no primeiro turno em todos os quatro cenários em que seu nome aparece - inclusive contra Marina e Serra. Quando a simulação é com Aécio, Lula recebe 56% dos votos, o tucano, 16%, e Eduarco Campos, 8%. Brancos, nulos e indecisos somam 20%.

O Datafolha entrevistou 4.557 pessoas em 194 municípios na quinta e na sexta-feira. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.