'É o Brasil voltando à normalidade', diz Bolsonaro sobre emprego

Segundo resultado do Caged, depois de quatro meses no vermelho, houve a abertura líquida de 131.010 empregos com carteira assinada em julho

Presidente Jair Bolsonaro em visita a Mossoró (RN)

Presidente Jair Bolsonaro em visita a Mossoró (RN)

Alan Santos/PR - 21.08.2020

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, pelo Twitter, que o resultado do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado na tarde desta sexta-feira (21) pelo Ministério da Economia representa "o Brasil voltando à normalidade". Depois de quatro meses no vermelho, houve a abertura líquida de 131.010 empregos com carteira assinada em julho.

Leia também: Brasil abre 131 mil vagas de trabalho com carteira em julho

"Em julho 2020 o CAGED apresentou um saldo positivo de 131.010 novos postos de trabalho. O grande destaque foi a indústria de transformação, em especial a fabricação de produtos alimentícios e a construção civil. É o Brasil voltando à normalidade", escreveu Bolsonaro na rede social.

O secretário especial de Previdência e Trabalho da Economia, Bruno Bianco, avaliou que o mercado de trabalho formal deve continuar apresentando resultados positivos nos próximos meses. "O Caged positivo de julho certamente é o primeiro de muitos", garantiu.

Bianco lembrou que a pasta não faz projeções de emprego e desemprego de longo prazo, mas disse esperar a continuidade da criação líquida de vagas. "Vem ocorrendo uma melhora sucessiva e significativa no Caged e tudo indica que ele continuará positivo, e mais positivo ainda. Estamos vendo setores se aquecendo e se mantendo vivos, o que é importante para a retomada. Certamente a melhora só começou, vamos continuar surpreendendo", completou.