Brasil Em comunicado a acionistas, BB nega demissão de presidente

Em comunicado a acionistas, BB nega demissão de presidente

Fato Relevante foi divulgado após notícia de que Bolsonaro teria se irritado com o plano de redução de gastos do Banco do Brasil

  • Brasil | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Presidente do BB, André Brandão sofre pressão após lançar plano para enxugar o banco
  • Bolsonaro teria se irritado com a proposta de reestruturação
  • Mercado reagiu mal aos rumores da demissão do executivo e ações fecharam em queda
  • BB informou a acionistas que não recebeu comunicação formal sobre saída de Brandão
Banco do Brasil lançou programas de demissão incentivada nesta semana

Banco do Brasil lançou programas de demissão incentivada nesta semana

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O BB (Banco do Brasil) comunicou nesta quinta-feira (14) aos seus acionistas que não recebeu qualquer comunicação do governo federal sobre a demissão do presidente da instituição, André Brandão.

O Fato Relevante foi divulgado após notícias de que o presidente Jair Bolsonaro teria se irritado com o plano de redução de gastos do BB anunciado no início da semana. De acordo com o programa, a instituição vai fechar 112 agências e desligar 5 mil funcionários por meio de um plano de demissão voluntária.

Desde então, o ministro Paulo Guedes e sua equipe econômica vêm tentando convencer Bolsonaro a desistir da ideia, já que Brandão está no cargo há menos de quatro meses.

A reestruturação do BB foi  bem vista pelo mercado financeiro, que, no entanto, não gostou dos rumores, que começaram a surgir na quarta-feira (13), de que Brandão seria sacrificado. As ações do BB fecharam em queda de 4,37%.

Veja o Fato Relevante divulgado pelo BB

FATO RELEVANTE - BANCO DO BRASIL
Em atendimento ao § 4º do art. 157 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, com a Instrução CVM nº 358, de 03 de janeiro de 2002, e em referência às notícias divulgadas na mídia em 13 de janeiro sobre suposta destituição do Sr. André Brandão do cargo de Presidente, o Banco do Brasil S.A. (“BB”) informa que não recebeu no âmbito de seus órgãos de governança nenhuma comunicação formal por parte do acionista controlador sobre qualquer decisão a respeito do assunto, conforme disposto no Estatuto Social do BB e na Lei no. 4.595/1964.
2. Fatos adicionais, julgados relevantes, serão prontamente divulgados ao mercado.

Brasília (DF), 14 de janeiro de 2021.

Últimas