Novo Coronavírus

Brasil Em dia de recorde de mortes, Pazuello fala em momento grave

Em dia de recorde de mortes, Pazuello fala em momento grave

Em vídeo, o ministro citou o acerto para comprar a partir de maio 138 milhões de doses da Pfizer e da Janssen

Reuters
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

Carla Carniel/Reuters-18/01/2021

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que o Brasil atingiu "um grave momento da pandemia", em vídeo divulgado na noite desta quarta-feira (3), após o país ter batido o recorde de mortes por covid-19 em um único dia, de 1.910 óbitos, mas, sem falar de medidas mais drásticas como lockdown, pediu para se reforçar medidas preventivas.

"Hoje é um dia difícil para todos os brasileiros. Atingimos um grave momento da pandemia. As variantes do coronavírus nos atingem de forma agressiva", disse em vídeo divulgado pelas redes sociais da pasta.

"A todos vocês, quero dizer que estamos trabalhando firmes para mudar esse quadro."

Na gravação, Pazuello compartilhou uma "notícia muito boa" e citou o acerto para comprar a partir de maio 138 milhões de doses das vacinas contra covid-19 da Pfizer e da Janssen para fazerem parte do Programa Nacional de Imunização.

"Estamos trabalhando forte para que até o final deste ano os maiores de 18 anos que puderem ser vacinados sejam vacinados. Enquanto isso, alerto sobre a importância de que todos mantenham os cuidados preventivos individuais para diminuir o risco de ficar doente", disse.

Últimas