CPI da Covid

Brasil Em mudança de última hora, CPI ouve motoboy da VTCLog; assista

Em mudança de última hora, CPI ouve motoboy da VTCLog; assista

Ivanildo é apontado como o funcionário que fez saques milionários para a empresa. Advogado que seria ouvido hoje está internado

A CPI da Covid ouve nesta quarta-feira (1) o motoboy Ivanildo Gonçalves, funcionário da empresa de logística VTCLog, que deveria ter prestado depoimento na última terça-feira (31). Ivanildo acabou não depondo depois que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Nunes Marques concedeu autorização para que ele não comparecesse. 

Assista à sessão ao vivo

Ivanildo é citado em relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) sobre a VTCLog. O relatório analisa as contas da empresa, entre janeiro de 2018 e julho deste ano, e mostra que o motoboy sacou, neste período, mais de R$ 4,5 milhões em espécie.

Imagens de câmeras de segurança mostram Ivanildo chegando em agência bancária, conforme apuração da CPI

Imagens de câmeras de segurança mostram Ivanildo chegando em agência bancária, conforme apuração da CPI

Foto: Reprodução/Senado Federal

O relatório registra ainda que diversos saques da empresa aparentam "artifício de burla", sinalizando que chamam atenção valores sacados de até R$ 49 mil, próximo ao limite legal de R$ 50 mil para comunicação de movimentação em espécie ao Conselho.

Originalmente, a CPI ouviria, hoje, o advogado e presidente da Rede Brasil de televisão, Marcos Tolentino. Ele é apontado como sócio oculto da empresa FIB Bank. Porém, conforme apuração da Record TV, ele está internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Últimas