Embaixada recomenda a cidadãos alemães deixarem o Brasil

Documento assinado pelo embaixador alemão no Brasil, Georg Witschel, pede que os alemães retornem ao país com urgência por causa da pandemia

O embaixador da Alemanhã no Brasil, Georg Witschel

O embaixador da Alemanhã no Brasil, Georg Witschel

Reprodução/Twitter

A embaixada da Alemanha no Brasil divulgou um comunicado no qual pede que os cidadãos alemães que ainda estão em território brasileiro voltem para casa. O documento, assinado pelo embaixador Georg Witschel, pede que os alemães retornem ao país com urgência, por causa da pandemia de coronavírus.

"Nós, a embaixada e os consulados gerais no Brasil, desejamos boas festas de Páscoa, que esperamos que muitos de vocês já estejam passando na Alemanha ou a caminho de lá. Ao mesmo tempo, com esta carta, queremos aconselhar urgentemente todos os que ainda permanecem no Brasil por um curto período de tempo (por exemplo, como parte de estadias de turistas, estágios, programas de voluntariado) a voltar imediatamente para a Alemanha", afirma o embaixador.

O documento expressa a preocupação da pandemia de coronavírus no Brasil. "No Brasil, o número de pessoas infectadas pelo vírus COVID-19, os gravemente doentes e as mortes está aumentando extremamente rapidamente. Devido a esse desenvolvimento, há temores de que a situação aqui se agrave rapidamente", alerta.

O embaixador afirma que que a Lufthansa e algumas outras companhias aéreas europeias ainda têm voos de São Paulo e Rio de Janeiro para Frankfurt e outros destinos europeus. "Portanto: se você ainda estiver no Brasil por um curto período, recomendamos que não espere mais, reserve um voo de volta imediatamente e comece o mais rápido possível."