Brasil Embraer anuncia venda de duas aeronaves militares para Hungria

Embraer anuncia venda de duas aeronaves militares para Hungria

Aeronaves KC-390 Millenium têm configuração de reabastecimento aéreo e UTI. Negociação reflete relacionamento bilateral, segundo o Itamaraty

  • Brasil | Do R7

KC-390 Millenium, aeronave da Embraer vendida para a Hungria

KC-390 Millenium, aeronave da Embraer vendida para a Hungria

Sargento Batista/FAB - 08.03.2016

A Embraer anunciou nesta terça-feira (17) a venda de duas aeronaves militares KC-390 Millennium para a Hungria. As entregas estão programadas para começar em 2023.

O contrato firmado pela empresa e o governo húngaro inclui também treinamento de pilotos e técnicos, além de outros serviços e suporte. O valor não foi informado pela fabricante brasileira. 

Embraer 'será maior do que foi no passado', diz presidente da empresa

As aeronaves vendidas são de transporte multimissão da nova geraçao Embraer C-390 Millenium. Com configuração de reabastecimento aéreo, são nomeadas KC-390 Millenium. Elas serão as primeiras do mundo com configuração para UTI (Unidade de Terapia Intensiva), segundo a fabricante.

A venda foi celebrada pelo governo brasileiro. Em nota conjunta, os ministério da Defesa e de Relações Exteriores afirmam que a decisão húngara representa uma "vitória" para a empresa e para a indústria aeronáutica brasileira, em concorrência da qual participaram grandes produtores mundiais de aeronaves militares.

Segundo o governo, "contribuiu para esse resultado a intensificação recente do relacionamento bilateral entre Brasil e Hungria, bem como o esforço conjunto empreendido, desde o início, pelos Ministérios da Defesa e das Relações Exteriores, em apoio às negociações."

Além da Hungria, Brasil e Portugal contam com essa aeronave da Embraer em suas esquadrilhas.

Últimas