Lula

Brasil Entre manifestantes, Lula teria apenas 2% dos votos para presidente

Entre manifestantes, Lula teria apenas 2% dos votos para presidente

Pesquisa feita durante as manifestações mostra Aécio na liderança, com 29,1% das intenções

  • Brasil | Mariana Londres, do R7, em Brasília

Manifestante na Paulista com máscara de Lula como zumbi

Manifestante na Paulista com máscara de Lula como zumbi

Eduardo Enomoto/R7

Entre os manifestantes que estiveram neste domingo (13) no protesto da avenida Paulista, em São Paulo, o ex-presidente Lula teria apenas 2% das intenções de voto para a Presidência se as eleições fossem hoje.

Em pesquisa feita durante a manifestação, o Instituto Paraná Pesquisas detectou que, independente de qual fosse o candidato tucano, Aécio Neves, Geraldo Alckmin ou José Serra, o ex-presidente Lula não passaria dos 2,1% das intenções de voto.

Leia mais notícias de Brasil e Política

Alckmin e Aécio chegam à avenida Paulista sob vaias

Esse seria o percentual de Lula na disputa com Aécio, que teve no levantamento 29,1% das intenções de voto, a melhor performance entre os tucanos e a liderança entre os candidatos. Já se o candidato do PSDB fosse Geraldo Alckmin, ele alcançaria 27,1% dos votos, e Lula teria 2%. Se o escolhido do PSDB para as eleições presidenciais fosse José Serra, ele teria 22,1%, e Lula 1,8% das intenções dos votos.

Para o diretor do Instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, o pedido de prisão do ex-presidente pelo Ministério Público de São Paulo, na última quinta-feira (10) contribuiu para a popularidade tão baixa do ex-presidente. 

— Com certeza o pedido de prisão de Lula é decisivo para a queda de popularidade dele, apesar dos presentes na manifestação já não serem eleitores dele, mas contribuiu com certeza para piorar ainda mais. 

Os outros candidatos da pesquisa nos três cenários são Jair Bolsonaro (PSC), Marina Silva (Rede), Ronaldo Caiado (DEM), Ciro Gomes (PDT), Cristovam Buarque (PPS), Álvaro Dias (PV) e Eduardo Paes (PMDB), além de Lula (PT).

Atos contra o governo têm público recorde em todo o País

Dilma: protestos mostram que País convive com diferenças

Nos três cenários, Jair Bolsonaro vem em segundo lugar, variando entre 15,2% e 16% das intenções de voto, tecnicamente empatado com Marina Silva, com intenção de votos entre 12,1% e 13,5%. Em quarto lugar na disputa, Ronaldo Caiado, com 3,9% a 5% das intenções de voto.

Tecnicamente empatado com Caiado estaria Ciro Gomes, com intenção de voto que varia de 3,8% a 4,1%. Cristovam Buarque, que recentemente foi para o PPS, partido da oposição, teria entre 3,1% e 3,4% das intenções de voto.

Álvaro Dias, que recentemente se filiou ao PV, seria o candidato tecnicamente empatado com Lula, com intenção de votos variando entre 2,2% e 3%. Em último lugar na disputa e atrás do ex-presidente Lula está o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, com intenções de voto variando entre 0,4% a 0,8%, também tecnicamente empatado com Lula e Álvaro Dias.

A pesquisa foi feita na avenida Paulista entre 12h30 e 18h com 1.200 pessoas maiores de 16 anos. A amostra tem grau de confiança de 95% e margem de erro de três pontos percentuais. 

Últimas