Estados do Sul e Sudeste têm as maiores proporções de idosos

Estimativas do IBGE apontam que 14% da população brasileira têm mais de 60 anos e integram grupo de risco do coronavírus

Idosos fazem parte do grupo de risco do coronavírus

Idosos fazem parte do grupo de risco do coronavírus

Aloisio Mauricio/Fotoarena/Estadão Conteúdo – 18.3.2020

Os sete Estados brasileiros situados nas regiões Sul e Sudeste concentram as maiores proporções de habitantes com mais de 60 anos do Brasil, integrantes do chamado grupo de risco do coronavírus. A informação consta na Projeção de População do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgado em 2018.

Os dados apontam para mais de 30 milhões com mais de 60 anos entre os 211 milhões habitantes do Brasil. Do total, mais de 19 milhões vive nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais.

Leia mais: Idoso brinca em carrinho de rolimã durante quarentena

Em termos proporcionais, a maior concentração de pessoas com mais de 60 anos é verificada no Rio Grande do Sul, onde 18,77% dos 11,4 milhões de habitantes são idosos. Para preservar a parcela da população, a capital do Estado, Porto Alegre, restringiu a circulação de idosos por 30 dias.

Até o momento, o Rio Grande do Sul já confirmou duas mortes em decorrência do coronavírus. Em ambos os casos, os pacientes eram idosos. A primeira vítima tinha 91 anos e a segunda, 88.

Na sequência, os maiores percentuais de idosos aparecem no Rio de Janeiro (17,24%), Minas Gerais (16,17%) e São Paulo (15,71%). Todos os Estados também adotaram medidas de quarentena na tentativa de barrar o avanço do coronavírus.

Veja também: Idosos convivem com medo, ansiedade e solidão

Também são compostas por um alto volume de pessoas na terceira idade as populações dos Estados do Paraná (15,47%), Santa Catarina (15,09%) e Espírito Santo (14,59%).

Na outra ponta da lista, figura o Estado de Roraima, com menos de 5% dos 631 mil habitantes com idade superior a 60 anos. As populações de Amapá (6,9%), Amazonas (7,7%) e Acre (7,9%) também têm baixo percentual de idosos.

População idosa

Em termos populacionais, as estimativas do IBGE apontam que a maior população de idosos do Brasil está localizada nos Estados de São Paulo (7.2 milhões), Minas Gerais (3,4 milhões) e Rio de Janeiro (2,9 milhões).

Leia também: Brasil tem 92 mortes por coronavírus

Com a maior proporção de idosos do Brasil, o Rio Grande do Sul é o quarto Estado na lista de habitantes com mais de 60 anos (2.1 milhões). O Estado é seguido por Bahia (1,9 milhão), Paraná (1,7 milhão), Pernambuco (1,2 milhão) e Ceará (1,1 milhão).

Os menores números de idosos encontram-se em Roraima, Amapá e Acre, Estados que somam apenas 27.490, 59.942 e 71.147 habitantes com mais de 60 anos, respectivamente.

Arte/R7