Novo Coronavírus

Brasil Estúdio News debate adaptações do Judiciário durante a pandemia

Estúdio News debate adaptações do Judiciário durante a pandemia

Projeto-piloto de institucionalizar as audiências de custódia virtuais poderão reduzir uma despesa de até R$ 80 milhões por mês

  • Brasil | Do R7

Geraldo Pinheiro Franco, Renata Gil e Eduardo Brandão participam do Estúdio News deste sábado (30)

Geraldo Pinheiro Franco, Renata Gil e Eduardo Brandão participam do Estúdio News deste sábado (30)

Divulgação

No Estúdio News deste sábado (30), o presidente do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco; a presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, juíza Renata Gil; e o presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil, juiz federal Eduardo André Brandão, falam sobre as adaptações que o Judiciário teve que adotar para atender a demanda processual.

Entre as ações do TJ-SP, o projeto-piloto de institucionalizar as audiências de custódia virtuais poderão reduzir uma despesa de R$ 80 milhões por mês com gastos no trânsito de cidadãos presos, além de ser uma questão humana e conferir a mesma segurança que a apresentação do preso ao magistrado, segundo o desembargador Geraldo Pinheiro Franco.

O investimento em tecnologia da informação também faz parte do planejamento do tribunal, visto a celeridade dos processos eletrônicos, diante da pandemia.

“Hoje, nós temos 75% dos processos na via digital, apenas 25% ainda são papéis, e nós já temos um projeto que dá início nesse ano de 2021 de digitalização dessa massa de 25%, que corresponde a 9 milhões de processos para que, nos próximos 4 ou 5 anos, no máximo, não tenhamos mais papel no âmbito do Tribunal de Justiça de São Paulo", revela o presidente do TJ-SP.

A juíza Renata Gil ressaltou a importância na mudança de pensamento da sociedade no combate à violência contra a mulher. Por meio da campanha Sinal Vermelho, em parceira com o CNJ (Conselho Nacional de Justiça), a associação tem atuado para reduzir os números de feminicídio.

“Temos procurado atuar firmemente, através da campanha Sinal Vermelho, e agora também trabalhando um grande pacote que estamos preparando para entregar ao Legislativo, pedindo uma atenção especial a determinados projetos que interessam no combate a essa violência que é absolutamente inadmissível neste século”, explica.

O desenvolvimento da mediação e da conciliação é visto como essencial no pós-pandemia, principalmente para a recuperação da economia, enfatiza o juiz federal Eduardo Brandão.

“Viemos de uma realidade onde houve inadimplência, onde está havendo a possibilidade de reaver alguns contratos e as partes conciliarem e mediarem essa situação. O Judiciário será importante, principalmente nesse primeiro ano essencial, para a estabilização econômica do país e a estabilização social”, finaliza.

O Estúdio News vai ao ar aos sábados, às 22h15. A Record News é sintonizada pelos canais de TV fechada 55 Vivo TV, 78 Net, 32 Oi TV, 14 Claro, 19 Sky e 134 GVT, além do canal 42.1 em São Paulo e demais canais da TV aberta em todo o Brasil.

Últimas