Brasil Estúdio News debate futuro dos lojistas de shoppings com pandemia

Estúdio News debate futuro dos lojistas de shoppings com pandemia

Programa vai receber o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun, e coordenadora das Sondagens da Fundação Getulio Vargas, Viviane Seda Bittencourt

  • Brasil | Do R7

Nabil Sahyoun, Gustavo Toledo e Viviane Seda Bittencourt no Estúdio News

Nabil Sahyoun, Gustavo Toledo e Viviane Seda Bittencourt no Estúdio News

Montagem

A expectativa de vendas de fim de ano do ponto de vista dos lojistas é positiva e, mesmo com a pandemia, o setor espera respirar um pouco, porém o perfil do consumidor tornou-se mais conservador.

O Estúdio News desse sábado (19) recebe Nabil Sahyoun, presidente da Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) e Viviane Seda Bittencourt, coordenadora das Sondagens da FGV IBRE.

Nabil Sahyoun destaca que as pessoas precisam buscar a recuperação desse faturamento perdido com as lojas fechadas, pois a concorrência e competitividade são muito grandes, seja na loja física, no e-commerce ou qualquer outra modalidade.

O presidente da Alshop acredita que o natal pode ajudar na recuperação, visto que sempre foi considerado a melhor data de vendas, mas com a permanência da pandemia o primeiro trimestre do comércio será bastante instável.

“Existe toda uma ansiedade e expectativa do que pode acontecer, mas eu tenho plena convicção que no natal o comércio vai ter bom movimento. Se conseguirmos chegar próximo ao que aconteceu no ano passado com uma perda de 5 a 10%, vamos conseguir comemorar um pouco”, diz Nabil.

O executivo ressaltou ainda o aumento da solidariedade durante os últimos meses, “acho que a gente sai enriquecido para olhar sempre para aquelas pessoas de menor poder aquisitivo que tem que ser ajudadas, mas com um programa efetivo não só do governo, mas das próprias empresas assumirem isso como plataforma dentro de seu objetivo”.

Com a possibilidade de uma segunda onda da covid-19 e as incertezas que o momento traz com relação a saúde, medo de desemprego e risco de perder renda familiar, os consumidores estão postergando compras de bens e serviços e passando a poupar de forma preventiva, segundo Viviane Seda.

“A maior parte dos consumidores está sendo mais conservadora e guardando seus recursos na poupança que é uma modalidade mais tradicional e com menor risco, tanto que o acumulado nesse período foi de quase 176 bilhões, mas também os com maior esclarecimento passaram a fazer mais investimentos na bolsa, um percentual bem menor do que temos observado na poupança tradicional”, diz Viviane.

O Estúdio News vai ao ar aos sábados, às 22h15. A Record News é sintonizada pelos canais de TV fechada 55 Vivo TV, 78 Net, 32 Oi TV, 14 Claro, 19 Sky e 134 GVT, além do canal 42.1 em São Paulo e demais canais da TV aberta em todo o Brasil.

Últimas