Brasil Estúdio News debate uso da internet na pandemia

Estúdio News debate uso da internet na pandemia

Demanda aumentou muito, mas o acesso continua um problema principalmente para pessoas com dificuldades financeiras

  • Brasil | Do R7

Na foto, Fábio Senne, Eliane Leite e Gustavo Fontes.

Na foto, Fábio Senne, Eliane Leite e Gustavo Fontes.

Estúdio News

O tráfego da internet cresceu absurdamente durante a pandemia até pela demanda que aumentou no período, segundo estudo do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

“Vimos como as aplicações on-line tem resolvido inúmeros problemas e apoiado de diversas formas e acho que passa a ser um direito de todos ter esse tipo de acesso, não tenho dúvida de que não dá mais para voltar atrás e vamos sair dessa pandemia com um patamar de uso muito maior”, destaca Fábio Senne, coordenador de pesquisas do Cetic.br - Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação.

O acesso ainda é um problema, Gustavo Fontes, analista do IBGE, diz que é possível que a pandemia possa ter estimulado o aumento no acesso à internet, mas por outro lado é um período que muitas pessoas perderam o trabalho e fonte de renda, o que pode ser um fator limitador para aquisição de equipamento ou mesmo para pagar um serviço.

“Se analisarmos a população comparando estudante e não-estudante os principais motivos para população não-estudante não acessar a internet foi porque não tinham acesso ou interesse, e entre os estudantes, um dos principais motivos para as pessoas não terem acessado foi relacionado a questões financeiras, porque achavam o serviço ou o equipamento que possibilitasse esse acesso caros. ”

A conexão e a necessidade da formação de professores em tecnologia também dificultaram o processo de ensino-aprendizagem por meio das aulas remotas. Eliane Leite, professora de matemática e diretora da Etec Pirituba retrata a realidade dos alunos de escolas públicas que não tem microcomputador ou apenas um celular para toda a família.

“A gente já tinha em 2019 a média de 6,8% de aluno fora da escola, esse aumento foi maior agora, pois foram alunos que não tiveram acesso nenhum a aula. A médio e longo prazo a gente perde uma geração, perde talentos que ficaram fora da escola, não puderam se desenvolver e ter essa relação com o conhecimento, durante todo esse 2020 e 2021. ”

O Estúdio News vai ao ar aos sábados, às 22h15. A Record News é sintonizada pelos canais de TV fechada 55 Vivo TV, 78 Net, 32 Oi TV, 14 Claro, 19 Sky e 134 GVT, além do canal 42.1 em São Paulo e demais canais da TV aberta em todo o Brasil.

Últimas