CPI da Covid

Brasil Fachin segue Rosa Weber e vota contra convocação de governadores

Fachin segue Rosa Weber e vota contra convocação de governadores

Julgamento virtual conta com dois votos contrários aos depoimentos dos comandantes estaduais na CPI da Covid

  • Brasil | Do R7

Fachin foi o 2º ministro a votar

Fachin foi o 2º ministro a votar

Fellipe Sampaio /SCO/STF 20.02.2020

O ministro Luiz Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), acompanhou o voto da ministra Rosa Weber, relatora da ação na Corte, e se manifestou contra a convocação de governadores pela CPI da Covid instalada no Senado Federal para apurar ações e eventuais omissões do governo federal no combate à pandemia do novo coronavírus.

Com o voto de Fachin, o placar do julgamento em plenário virtual aberto na madrugada desta quinta-feira (24) fica com dois votos favoráveis ao impedimento da convocação dos comandantes dos Estados para o colegiado. 

Ainda precisam votar o presidente do STF, Luiz Fux (presidente), e os ministros Marco Aurélio, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Dias Toffoli, Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Nunes Marques.

No relatório aprovado integralmente por Fachin, Rosa Weber defende a possibilidade de que os comandantes dos Estados possam ser convidados para comparecerem, voluntariamente, ao colegiado para uma reunião, desde que exista o comum acordo entre as partes.

O parecer contra a convocação leva em conta que governadores de Estado devem prestar contas perante a cada uma das respectivas Assembleias Legislativas e ao Tribunal de Contas da União, não ao Congresso Nacional. 

Últimas