Brasil Feliciano reclama de critério das aéreas para retirar ‘passageiro chato’ de avião

Feliciano reclama de critério das aéreas para retirar ‘passageiro chato’ de avião

No Twitter, deputado relembra constrangimento que sofreu em voo entre Brasília e São Paulo

  • Brasil | Do R7

Deputado ironiza episódio e relembra protesto que sofreu em voo

Deputado ironiza episódio e relembra protesto que sofreu em voo

Reprodução/Twitter

O presidente da CDHM (Comissão de Direitos Humanos e Minorias), deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), criticou nesta terça-feira (29), via Twitter, o critério usado pelas companhias aéreas para retirar passageiros das aeronaves e impedir que eles viajem quando importunam outros viajantes.

Em agosto, Feliciano foi vítima de um protesto em um voo que partiu de Brasília rumo a São Paulo.

Na ocasião, depois que o avião decolou, um grupo de cerca de dez pessoas começaram a cantar a música Robocop Gay, do grupo Mamonas Assassinas, em frente à sua poltrona, Feliciano questionou o posicionamento das empresas aéreas pelo microblog.

— Se cantassem RobocGay estava tudo bem? - Piloto da TAM decide retornar para MG e expulsa funkeiro após tumulto em voo.

Leia mais notícias de Brasil e Política

O deputado desabafou hoje na rede social porque um episódio parecido ocorreu em uma viagem entre Minas Gerais e São Paulo nesta manhã.

O funkeiro MC Lon e seis membros de sua equipe foram obrigados a desembarcar, pelo comandante do voo JJ3345, da TAM, de um voo que partiu do aeroporto de Confins, em Belo Horizonte (MG), com destino ao aeroporto de Guarulhos, em São Paulo (SP). 

A TAM emitiu uma nota oficial sobre o caso e disse que os passageiros tiveram um "comportamento inadequado".

Leia abaixo a nota na íntegra:

"A TAM esclarece  que o voo JJ3345 (Belo Horizonte - São Paulo/Guarulhos), que decolou ontem às 10h30, retornou ao aeroporto de Confins às10h50, em virtude do comportamento inadequado de um grupo de passageiros. Visando sempre a segurança do voo, eles foram desembarcados e conduzidos à Polícia Federal do aeroporto. O voo decolou novamente às 11h48, chegando ao destino às 12h42."

Últimas