Brasil Feliciano se irrita com protesto e abandona reunião da Comissão de Direitos Humanos

Feliciano se irrita com protesto e abandona reunião da Comissão de Direitos Humanos

Manifestantes que acompanhavam sessão usam gritos de ordem, e parlamentar deixa encontro

  • Brasil | Carolina Martins, do R7, em Brasília

Deputado Marco Feliciano se irritou com gritos dos manifestantes hoje

Deputado Marco Feliciano se irritou com gritos dos manifestantes hoje

Alexandra Martins/11.07.2012/Agência Câmara

O deputado Marco Feliciano (PSC-SP), abandonou, nesta quarta-feira (20), a sessão da CDH (Comissão de Direitos Humanos) diante de protestos de manifestantes que pedem a saída dele da presidência.  

Logo no início da reunião, o deputado informou que, se os manifestantes continuassem com os gritos de ordem, impedindo a sessão de seguir normalmente, ele faria uso da segurança da Casa.  

— Eu queria dizer que, se vocês continuarem interrompendo, a Polícia Legislativa está aqui à nossa disposição.  

Leia mais notícias de Brasil e Política

Deputado Jean Wyllys se diz vítima de difamação e pede proteção policial

Oposição a Feliciano lança frente parlamentar em defesa de direitos humanos

Depois dessa declaração, os manifestantes que conseguiram entrar na comissão, aumentaram os protestos, pedindo a saída do deputado Feliciano da presidência, alegando que ele não representa as minorias.  

Demonstrando irritação, o deputado deixou a sala da comissão, saindo sem falar com a imprensa nem explicar porque abandonou a reunião.  

Na ausência de Feliciano, o deputado Henrique Afonso (PV-AC) assumiu a presidência da sessão, que foi marcada para realização de uma audiência pública sobre os direitos de atenção psicossocial aos portadores de transtorno mental.

Últimas