Novo Coronavírus

Brasil Fenaj faz campanha para jornalistas serem vacinados contra covid-19

Fenaj faz campanha para jornalistas serem vacinados contra covid-19

Prefeito de SP, Ricardo Nunes, foi cobrado pela entidade nas redes sociais. MS, BA e MA vacinam a categoria

  • Brasil | Do R7

Campanha da Fenaj por vacinação da imprensa

Campanha da Fenaj por vacinação da imprensa

Reprodução / Instagram

A Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) promove uma campanha para inclusão de jornalistas nos grupos prioritários de vacinação contra a covid-19 nesta terça-feira (1), Dia da Imprensa. "Nosso trabalho tem sido essencial para combater a desinformação sobre o novo coronavírus, ajudando a salvar vidas", alega a entidade.

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), foi cobrado pela categoria com marcações nas redes sociais. A Prefeitura de São Paulo, por meio da  SMS (Secretaria Municipal da Saúde), informou que segue as orientações técnicas do PNI (Programa Nacional de Imunizações) e do PEI (Programa Estadual de Imunizações). "De acordo com a Lei 6259/75, Título II, Artigo 3º, cabe ao Ministério da Saúde a elaboração do Programa Nacional de Imunizações, que definirá as vacinações de caráter obrigatório", afirma o órgão.

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo afirmou em nota que o PEI segue as diretrizes do ONI para a definição dos públicos-alvo. "A pasta tem o compromisso de imunizar o maior número possível de pessoas, de acordo com estas diretrizes e sempre comunicando com transparência o cronograma a ser iniciado. No entanto, é fundamental que o Ministério da Saúde disponibilize mais vacinas para a ampliação da imunização e a inclusão de novos grupos", diz o texto.

No Espírito Santo, o governador Renato Casagrande (PSB) sinalizou que os jornalistas serão imunizados no final de junho ou início de julho, de acordo com o SindijornalistasES.

No Mato Grosso do Sul, a categoria começou a ser vacinada no dia 27 de maio. No Maranhão, profissionais de imprensa começaram, a ser vacinados nas empresas de comunicação no último sábado (29). 

A Bahia incluiu jornalistas com 40 anos ou mais no grupo prioritário no mês de maio. Estão na lista profissionais de comunicação em atividades externas ou que ficam em lugares fechados, como redações ou estúdios. A medida abrange repórteres, fotógrafos, cinegrafistas, apresentadores e blogueiros registrados. Para tomar a vacina, é necessário apresentar a carteira profissional ou uma carta da empresa. A decisão estudual entrou em vigor em 19 de maio e cada município pode gerenciar o próprio calendário. 

Últimas