Fernando de Noronha volta a registrar infectados pela covid-19

Ao todo, houve registro de 30 casos na ilha, dos quais 28 estão recuperados; arquipélago faz testes em massa na população de 3,5 mil habitantes

Os dois novos casos no arquipélago de Fernando de Noronha são assintomáticos

Os dois novos casos no arquipélago de Fernando de Noronha são assintomáticos

Pixabay

Fernando de Noronha, em Pernambuco, tem dois novos pacientes confirmados com coronavírus. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde nesta quarta-feira, 3, depois de o arquipélago zerar os diagnósticos da doença. Ao todo, houve registro de 30 casos do vírus na ilha, dos quais 28 estão recuperados.

"Estamos fazendo um inquérito sorológico e um estudo de prevalência na ilha. Isso foi importante porque ajudou nesse processo de detecção. Detectamos, então, dois casos ativos, que já estão sendo debelados pela nossa vigilância", afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

A Administração de Fernando de Noronha explicou que os novos diagnósticos são de uma mulher de 56 anos e de um homem de 50, identificados por um estudo epidemiológico. Segundo o órgão, os dois casos não apresentam sintomas de covid-19 e cumprem isolamento domiciliar. Outras 18 pessoas que tiveram contato com os pacientes confirmados estão em quarentena e serão testadas para a doença.

O arquipélago está realizando uma testagem em massa na população. Na primeira etapa, amostras de 455 voluntários já foram enviadas para observação clínica no Recife. Ao todo, a previsão é de que 900 moradores, entre homens, mulheres e crianças escolhidos aleatoriamente, façam testes para a doença.

A Administração de Fernando de Noronha afirmou que os resultados do estudo epidemiológico devem orientar o controle da pandemia e a possível retomada da economia local. Para esta investigação em curso, os voluntários devem responder a um questionário sobre dados socioeconômicos e clínicos, sendo acompanhados por uma equipe técnica e submetidos a exames no período de um ano.

As praias de Fernando de Noronha estão com acesso liberado para moradores desde 25 de maio, mantendo isolamento social de dois metros em relação a outros banhistas. Neste momento, estão proibidas aglomerações com mais de cinco pessoas na ilha. O Aeroporto Wilson Campos segue fechado para voos comerciais por tempo indeterminado.

Com aproximadamente 3,5 mil habitantes, o distrito estadual foi o primeiro lugar do Brasil a estabelecer, entre 20 de abril e 10 de maio, medidas rígidas de isolamento social em combate ao coronavírus. Durante o período, as entradas marítima e aérea foram fechadas para turistas, e os moradores só puderam se deslocar com autorização prévia da administração.

Somado aos diagnósticos de Fernando de Noronha, o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde confirmou 955 novos casos de coronavírus em Pernambuco, totalizando 36.463 diagnósticos de covid-19. Apesar dos números, a pasta afirma que a tendência do Estado é de queda em relação à taxa de contágio da doença.