Fernando Henrique reclama de lista fechada: “Não dá para aprovar nada que tenha cheiro de impunidade”

Em vídeo sobre reforma política, ex-presidente questionou modelo defendido pelo governo

FHC questionou o modelo de votação por lista fechada

FHC questionou o modelo de votação por lista fechada

Reprodução/Facebook

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reclamou do modelo de votação por lista fechada, defendido pelo governo como o melhor modelo para a reforma política, em vídeo publicado no Facebook.

Segundo o político do PSDB, não há ambiente entre o eleitorado brasileiro que favoreça o sistema. 

— Não acho que seja o momento de fazer uma lista fechada. Quais? O povo nem sabe o nome dos partidos.

No modelo de lista fechada, o eleitor vai às urnas para votar em um partido e é a sigla que define quem são seus representantes.

Ainda no vídeo, Fernando Henrique defendeu que o sistema em debate no Congresso favorece os corruptos. 

— Não dá para aprovar nada que tenha cheiro de impunidade. Uma lei para evitar que a Lava Jato vá adiante. Não pode. As leis estão aí. Errou, vai ter que pagar.

Veja o vídeo publicado pelo ex-presidente no Facebook:

.