Brasil Flávio Dino rebate declaração de Bolsonaro sobre pacto por empregos

Flávio Dino rebate declaração de Bolsonaro sobre pacto por empregos

Governador do Maranhão defende ação nacional, comandada pelo Planalto, para recuperar mercado de trabalho, mas presidente ironizou sugestão

  • Brasil | Do R7

Dino sugere pacto nacional por emprego

Dino sugere pacto nacional por emprego

Valter Campanato/Agência Brasil

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), rebateu a declaração do presidente Jair Bolsonaro, feita na manhã desta terça-feira (28), de que ele (Dino) defende pacto pelo emprego, mas mantém seu Estado fechado.

Segundo Dino, o Maranhão tem praticamente todas as atividades funcionando há semanas.

"O presidente Bolsonaro, além de ironizar indevidamente o tema do desemprego, está desinformado sobre o Maranhão", afirmou o governador.

Em seu Facebook, Dino disse ainda que não considera que o desemprego é assunto para ser tratado com ironias. "Espero que o presidente da República leve a sério a urgência de ações efetivas. É impossível tratar do tema no 'cercadinho' do Alvorada. Por isso, insisto na ideia do Pacto Nacional pelo Emprego.

A carta assinada por Flavio Dino e enviada a Bolsonaro na segunda-feira (27), sugere "planejar com urgência medidas para o cenário" de crescimento do desemprego no segundo semetre. Ele propõe uma reunião liderada por Bolsonaro, com governadores, centrais sindicais e empresários a fim de evitar as demissões.

O presidente Bolsonaro, além de ironizar indevidamente o tema do desemprego, está desinformado sobre o Maranhão. Estamos com praticamente 100% das atividades econômicas funcionando, há muitas semanas.

Últimas