Brasil Forças Armadas não terão recursos contingenciados, diz Bolsonaro

Forças Armadas não terão recursos contingenciados, diz Bolsonaro

Presidente eleito reafirmou ao chegar no Ministério da Defesa que Paulo Guedes, futuro ministro, é "quem manda na economia"

Forças Armadas não terão recursos contingenciados,

Bolsonaro durante evento no Congresso Nacional

Bolsonaro durante evento no Congresso Nacional

José Cruz/Agência Brasil - 6.11.2018

O presidente eleito Jair Bolsonaro reafirmou nesta terça-feira (6), que o economista Paulo Guedes é quem "manda na economia". A afirmação foi feita pelo capitão da reserva ao chegar ao Ministério da Defesa para um almoço e ser questionado se as Forças Armadas terão mais recursos.

"Segundo Paulo Guedes, as Forças Armadas não terão recursos contingenciados. Segundo Paulo Guedes, ele que manda na Economia", reforçou o presidente eleito. "Eu acho que nada mais justo, é um reconhecimento às Forças Armadas não contingenciar recursos, que são tratados com tanto zelo pelas Forças Armadas, e que grandes serviços prestam ao Brasil, especialmente em momentos difíceis que a Nação atravessa", completou Bolsonaro.

Guedes, futuro ministro da Economia do governo Bolsonaro, almoça nesta terça-feira com o presidente eleito no Ministério da Defesa. Também participam o general Augusto Heleno, os filhos de Bolsonaro, Gustavo Bebianno, o vice-presidente eleito Hamilton Mourão, entre outros.