Freitas: marco do saneamento vai impulsionar construção civil

O projeto de lei que muda as regras do setor no país foi aprovado pela Câmara no fim do ano passado, e aguarda a deliberação pelo Senado

Reforma abre espaço para privatização, diz ministro

Reforma abre espaço para privatização, diz ministro

Márcio Neves/R7

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta quarta-feira (12) que a aprovação do novo marco legal do saneamento irá impulsionar o setor de construção civil em 2020, mercado destacado pelo ministro durante fala no evento do Grupo Voto, que ocorre em Brasília.

Para Freitas, a reforma no setor de saneamento – que abre espaço para a privatização na área – e o aumento da participação do mercado privado em geral no país irá fazer com que o Brasil cresça a uma taxa mais "vigorosa", registrando, ao fim do ano, algo em torno de 2,5% e 2,7% de expansão, disse o ministro.

O projeto de lei que muda as regras do saneamento no Brasil foi aprovado pela Câmara dos Deputados no fim do ano passado, e aguarda a deliberação pelo Senado.

No evento, Freitas ainda destacou as mudanças estudadas para a área da cabotagem (navegação entre portos nacionais) e o programa para impulsionar o setor de ferrovias.