Novo Coronavírus

Brasil Funcionários dos Correios vão usar máscaras durante pandemia

Funcionários dos Correios vão usar máscaras durante pandemia

Segundo empresa, medida se soma a outras, como redução de jornada das áreas administrativas e disponibilização de álcool em gel nas agências 

  • Brasil | Do R7

Funcionários dos Correios começarão a usar máscaras de proteção contra vírus

Funcionários dos Correios começarão a usar máscaras de proteção contra vírus

Divulgação Correios

Para conter a pandemia do novo coronavírus, os Correios devem disponibilizar máscaras de proteção para funcionários em todo o país. O primeiro lote do equipamento, previsto para chegar na sexta-feira (17), será distribuído entre carteiros. Em um segundo momento, os equipamentos serão disponibilizados para o restante dos profissionais.

Leia mais: Funcionários dos Correios reclamam da falta de proteção contra o novo coronavírus

A medida faz parte de uma série de decisões de segurança adotadas para proteger os profissionais da empresa de possíveis contaminações do novo ocoronavírus. "Em complemento aos protocolos operacionais e profiláticos já disseminados, todos eles baseados nas orientações do Ministério da Saúde, a empresa adquiriu, no último dia 9, dois lotes de máscaras de proteção para fornecer, inicialmente, aos empregados da área operacional", afirmaram os Correios por meio de nota.

Leia mais: SP tem maior isolamento social, mas vigilância sanitária vai às ruas

Os Correios afirmaram ainda estarem cientes da dificuldade de aquisição desses e outros materiais de proteção. Dessa forma, o grupo afirmou que realizou uma pesquisa com cerca de 150 fornecedores para dar celeridade à compra dos produtos. 

"A medida se soma às demais já adotadas no início da pandemia, tais como a redução de jornada das áreas administrativas e disponibilização de álcool em gel nas agências e áreas comuns de seus prédios administrativos."

Leia mais: Guedes oferece R$ 40 bi a Estados e cidades para barrar 'pauta-bomba’

De acordo com as determinações do decreto nº 10.282/2020 da Presidência da República, os Correios são considerados serviços essenciais aos brasileiros. Por isso, a empresa afirma que têm adotado medidas para viabilizar, com segurança, a continuidade de suas atividades.

Últimas