grevecaminhoes
Brasil Governo diz ter feito acordo para suspender paralisação por 15 dias

Governo diz ter feito acordo para suspender paralisação por 15 dias

Apenas um dos representantes dos caminhoneiros não assinou o acordo proposto pelo governo após reuniões no Palácio do Planalto

Ministros anunciaram acordo em coletiva de imprensa em Brasília

Ministros anunciaram acordo em coletiva de imprensa em Brasília

Reprodução/NBR

Após reunião que se estendeu ao longo de todo o dia no Palácio do Planalto, o Governo Federal anunciou que parte das entidades que representam os caminhoneiros assinaram um termo de acordo para suspender a paralisação feita pela categoria no país por 15 dias.

Leia mais: Notícias falsas alimentam pânico em meio a greve 

O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (24) em coletiva de imprensa concedida pelo ministro dos Transportes, Valter Casimiro, o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha e o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia.

Leia mais: Prefeitura suspende coleta de lixo e contingência serviços

O governo afirma que vai congelar o preço do diesel por 30 dias, já com a redução anunciada pela Petrobras, e se comprometeu também em reduzir a zero a Cide (Contribuições de Interveção no Domínio Econômico) para o ano de 2018. 

Os representantes das entidades de caminhoneiros que participaram da reunião se comprometeram a levar o termo do acordo para os manifestantes. Apenas uma entidade presente na reunião não assinou o termo.

A paralisação, que já estava no 4º dia, já oferecia impactos na operação de aeroportos, linhas de ônibus, coleta de lixo e já prejudicava a distribuição de comida em supermercados e de remédios em farmácias.

Veja abaixo a íntegra do acordo:

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

.