Brasil Governo do Amazonas lança obras de recuperação na rodovia AM-010  

Governo do Amazonas lança obras de recuperação na rodovia AM-010  

O edital prevê a realização de serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem, faixas de aceleração e sinalização

Agência Estado
Estrada AM-010 passará por modernização e reestruturação

Estrada AM-010 passará por modernização e reestruturação

SEIFRA

 O Governo do Amazonas lançou na última sexta-feira (16)o edital CC nº 002/2021, para contratação de empresa especializada em obras e serviços de engenharia para a reforma e modernização da rodovia estadual AM-010, que liga Manaus aos municípios de Rio Preto da Eva e Itacoatiara, numa extensão total de 269 quilômetros.

O edital prevê a realização de serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem, faixas de aceleração e sinalização da pista, além de melhoria na sinalização horizontal e vertical e construção de terceira faixa nos trechos onde esta for recomendada por razões técnicas e de segurança, como por exemplo, nas curvas perigosas e nos aclives.

Investimentos na obra

O investimento nesta obra é de cerca de R$ 400 milhões. Considerada como uma das mais importantes do estado, a estrada Manaus-Itacoatiara foi construída na década de 1960, e seu projeto não foi dimensionado para receber o tráfego de veículos pesados, como caminhões e carretas bitrem - que transportam madeira e soja -, que ela recebe atualmente. Esse tipo de tráfego provocou a saturação de seu leito e, por conta disso, o Governo do Amazonas determinou à Seinfra (Secretaria de Infraestrutura) um projeto de modernização da via.

O governador Wilson Lima disse que a rodovia AM-010 está sendo trabalhada para ser um novo corredor de desenvolvimento econômico para o Amazonas e vai viabilizar o transporte de GNL (Gás Natural Liquefeito) dos municípios vizinhos a Itacoatiara, Silves e Itapiranga, onde a empresa de energia Eneva arrematou a concessão do Campo do Azulão, para exploração de gás natural.

O Projeto da Eneva consiste na liquefação do gás natural do campo de Azulão, no Amazonas, e o seu transporte por caminhões até Roraima, onde será regaseificado e utilizado como combustível para a geração de energia elétrica na UTE Jaguatirica II em Boa Vista.

O certame, na modalidade Concorrência, está previsto para ocorrer no dia 12 de maio, às 8h30, horário local, na sede do CSC (rua Belo Horizonte, 1.420, bairro Adrianópolis), seguindo as orientações sanitárias do Ministério da Saúde e OMS (Organização Mundial da Saúde) para prevenção contra o coronavírus.

As empresas interessadas em participar da licitação podem acessar gratuitamente o edital CC nº 002/2021 e seus respectivos anexos por meio do site do CSC.

Últimas