Eleições 2018
Brasil Governo dos EUA envia emissários para avaliar debate no Brasil

Governo dos EUA envia emissários para avaliar debate no Brasil

Emissários do presidente Donald Trump vão fazer relatório e enviar para Washington. Eles estão de olho em Bolsonaro, Alckmin e na estratégia do PT

Governo dos EUA envia emissários para avaliar debate no Brasil

EUA estão de olho em um 2º turno entre Alckmin e Bolsonaro

EUA estão de olho em um 2º turno entre Alckmin e Bolsonaro

Marlene Bergamo/Folhapress - 09.08.2018

O governo dos Estados Unidos enviou três funcionários da embaixada no Brasil para acompanhar o debate entre candidatos à Presidência realizado pela Band, na noite desta quinta-feira (9).

Emissários do governo do presidente Donald Trump fizeram anotações, conversaram com jornalistas e vão enviar um relatório a Washington com suas impressões sobre o programa.

Na opinião de um dos funcionários da embaixada, que conversou em caráter reservado com o Broadcast Político/Estadão, faltou confronto entre os presidenciáveis brasileiros, diferentemente de como costumam ser os debates da eleição americana.

A principal dúvida do grupo, disse o emissário, é avaliar a probabilidade de um segundo turno entre Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL) e até que ponto a estratégia do PT de manter o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato terá efeito eleitoral.

Além das propostas e dos comentários, Washington quer monitorar o que os candidatos brasileiros falam sobre os Estados Unidos, disse o funcionário. O país de Donald Trump, porém, não foi tema do diálogo entre os presidenciáveis.

Primeiro bloco é marcado por confronto direto entre candidatos

Segundo bloco: rombo nas contas públicas e reformas

Terceiro bloco: candidatos debatem corrupção, educação e dívidas

Confira as principais frases do 1º debate presidencial

undefined
    Access log