Coronavírus

Brasil Governo exonera Élcio Franco, número dois do Ministério da Saúde

Governo exonera Élcio Franco, número dois do Ministério da Saúde

Élcio Franco estava à frente de algumas das principais ações do ministério de combate à pandemia de covid-19

  • Brasil | Do R7

Élcio era o nº 2 da Saúde desde a chegada de Pazuello

Élcio era o nº 2 da Saúde desde a chegada de Pazuello

Reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro e o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, exoneraram o coronel Élcio Franco do cargo de secretário executivo da pasta. Élcio era o número dois do órgão desde junho do ano passado, quando o general Eduardo Pazuello assumiu o comando do ministério interinamente, levando para lá vários militares para ocupar postos estratégicos.

Élcio Franco estava à frente de algumas das principais ações do ministério de combate à pandemia de covid-19, como negociações por compra de vacinas, e era considerado pelos secretários estaduais de Saúde o porta-voz do órgão na crise de medicamentos que atinge praticamente todos os Estados do País. O coronel também tinha participação frequente nas entrevistas coletivas à imprensa sobre os temas da pandemia.

A exoneração do coronel está publicada em decreto no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (26). O documento não traz o nome do substituto de Élcio. Mas Queiroga deve nomear o engenheiro Rodrigo Otávio da Cruz como secretário executivo da Saúde. A escolha é uma tentativa de aumentar os quadros técnicos e melhorar a gestão do ministério, principalmente relacionada à logística de distribuição de vacinas.

O nome de Cruz foi indicado a Queiroga pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Aos 39 anos, ele é atualmente secretário executivo adjunto da pasta de Freitas e foi responsável por operações como o transporte de máscaras da China e o transporte de medicamentos.

Últimas