Brasil Grupos promovem protestos contra decisão do STF neste sábado

Grupos promovem protestos contra decisão do STF neste sábado

Movimentos como Vem pra Rua e MBL prometem atos em várias cidades conta jurisprudência que proíbe prisão antes do fim dos recursos judiciais

Movimentos pretendem pressionar políticos por prisão de réus em 2ª instância

Movimentos pretendem pressionar políticos por prisão de réus em 2ª instância

Reprodução/Redes Sociais

Os principais movimentos políticos brasileiros estão se mobilizando nas redes sociais e prometem manifestações em centenas de cidades do país, neste sábado (9), contra o entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal) que os réus podem ser presos somente após o fim do processo ou com o esgotamento de todos os recursos. 

Leia também: 2ª instância: pobres prejudicados e ricos beneficiados?

O grupo Vem pra Rua havia convidado, até às 16h desta sexta-feira (8), cerca de 300 mil pessoas em sua página oficial e demais perfis na internet. Em São Paulo, o movimento promete se concentrar na esquina da Avenida Paulista com a rua Pamplona, a partir das 16h.

No mesmo horário, será iniciado um protesto em frente ao Congresso Nacional, em Brasília. No Rio de Janeiro, a manifestação será realizada, a partir das 10h, na avenida Prefeito Mendes de Morais, na praia de São Conrado.

O ato terá apoio do MBL (Movimento Brasil Livre), que deverá reunir integrantes para engrossar as manifestações em diversos municípios. "Estaremos nas ruas amanhã para exigir a CPI da Lava Toga e a aprovação da PEC [Proposta de Emenda Constitucional] da prisão em segunda instância", afirmou o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) em vídeo postado nas redes sociais do MBL.