Brasil Gustavo Bebianno será ministro da Secretaria-Geral da Presidência

Gustavo Bebianno será ministro da Secretaria-Geral da Presidência

Nome do advogado foi anunciado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro durante a primeira reunião com os ministros já indicados, nesta quarta-feira

Transição

Bebianno foi um dos coordenadores da campanha

Bebianno foi um dos coordenadores da campanha

Ricardo Borges/Folhapress - 30.10.2018

O advogado Gustavo Bebianno vai ocupar o cargo de ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República a partir de 1º de janeiro de 2019.

O nome dele foi confirmado nesta quarta-feira (21) pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) durante a primeira reunião com todos os ministros já indicados

"[Bebianno] foi um dos coordenadores da campanha presidencial, um homem que está extremamente preparado e é da absoluta confiança do presidente da República para administrar essa importante pasta da Secretaria-Geral da Presidência da República", disse o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, no fim da manhã.

"Ter participado de toda a campanha já foi um privilégio para mim e agora então uma honra receber mais essa responsabilidade."

Segundo o futuro ministro, o PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) e a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) continuarão sob o comando dele no futuro, assim como a EBC (Empresa Brasil de Comunicação).

Ele disse, no entanto, que ainda não há definição em relação ao futuro da EBC. Bolsonaro já manifestou interesse em extinguir ou privatizar a TV Brasil, criada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Arte/R7