Brasil Homem compra mais que mulher em supermercados onlines

Homem compra mais que mulher em supermercados onlines

Pesquisa confirma que estereótipo do gênero feminino como responsável pelas compras do lar não é fundamentado nesse canal

Homens fazem mais compras de supermercado online do que mulheres

Homens fazem mais compras de supermercado online do que mulheres

Homens fazem mais compras de supermercado online do que mulheres

EBC

Segundo pesquisa realizada em 14 países pela Kantar, líder global em dados, insights e consultoria, os homens fazem mais compras de supermercado online do que as mulheres. O estudo, feito através de um levantamento feito com 16 macrocategorias, analisando mais de 100 mil atos de compras e o comportamento de 27 mil compradores online, identificou que 47% dos homens fizeram compras de supermercado online, contra 39% das mulheres. 

Veja também: Três em cada dez brasileiros compram com nome de terceiros

A pesquisa ajuda a confirmar que muitos dos estereótipos de genêro propagados pelas comunicações de diversas marcas estão equivocados. Isso porque a grande maioria das propagandas de categorias relacionadas ao ato de ir ao supermercado é direcionada ao público feminino. 

De acordo com o AdReaction - Getting Gender Right, em campanhas de produtos de limpeza da casa, por exemplo, as mulheres representam 89% do target das comunicações. Além disso, o público feminino também é o principal alvo em propagandas de alimentos (85%) e higiene pessoal (76%). 

Leia mais: Caixa reduz para 7,5% taxa de juros para financiamento imobiliário

A análise realizada aponta que marcas que sabem equilibrar a atenção nos dois genêros impulsionam suas vendas.

Neste caso, a oportunidade é dupla: aumentar o número de mulheres que fazem compras de supermercado online e fugir de imagens batidas sobre o público feminino. 

Compreender os receios e necessidades de cada um dos gêneros no comércio online também é muito importante. “As marcas precisam agir de forma diferente em cada caso, pois os compradores têm diferentes necessidades e motivações. O que significa entender o perfil de cada um deles e entregar soluções específicas”, afirma Luciana Piedemonte, diretora e líder de commerce da Kantar Brasil.

“Temos que colocar o comprador e suas necessidades no centro da estratégia”, completa Luciana.