Brasil Inscrição para agente censitário e recenseador termina esta semana

Inscrição para agente censitário e recenseador termina esta semana

Processo seletivo é para contratação temporária de 16.959 agentes censitários supervisores e 5.450 agentes censitários municipais 

Reuters

Resumindo a Notícia

  • São oferecidas 16.959 vagas para ACS, 5.450 para ACM e 181.898 vagas para recenseador
  • O salário para ACM é R$ 2.100 e ACS R$ 1.700
  • Taxa de inscrição de R$ 39,49 (ACM e ACS) e R$ 25,77 (recenseador) pode ser paga pela internet
  • Provas serão aplicadas no dia 18 de abril para ACM e ACS, e dia 25 para recenseador
São oferecidas mais de 22 mil vagas para agente censitário e 181 mil vagas para recenseador

São oferecidas mais de 22 mil vagas para agente censitário e 181 mil vagas para recenseador

IBGE / Divulgação

Terminam hoje (15) as inscrições do processo seletivo para contratação temporária de 16.959 agentes censitários supervisores (ACS) e 5.450 agentes censitários municipais (ACM) que vão trabalhar no Censo Demográfico 2021. Já as inscrições para 181.898 recenseadores vão até a próxima sexta-feira (19). Os interessados devem se inscrever no site do Cebraspe, empresa organizadora da seleção.

As funções de ACS e ACM estão no mesmo processo seletivo. Os mais bem colocados em cada município ocuparão a vaga de ACM, que será o responsável pela coordenação da coleta do Censo 2021 naquela cidade. A taxa de inscrição é de R$ 39,49 e os candidatos precisam ter o ensino médio completo. O salário para ACM é R$ 2.100 e ACS R$ 1.700, com jornada de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias. ACM e ACS também recebem auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação em vigor e conforme o estabelecido no edital.

As provas para ACM e ACS serão aplicadas no dia 18 de abril. Os candidatos farão prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos. O conteúdo programático está disponível no edital.

Já os recenseadores são os profissionais que visitarão todos os domicílios do país, entrevistando seus moradores. Para concorrer a uma das mais de 181 mil vagas, distribuídas por 5.297 municípios, o candidato precisa ter o ensino fundamental completo. No ato da inscrição, ele poderá escolher a área de trabalho e em qual cidade realizará a prova. A taxa de inscrição é de R$ 25,77.

Os candidatos a recenseador serão selecionados por uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos. A prova será aplicada no dia 25 de abril.

As vagas são temporárias e os contratos terão duração prevista de três meses para a função de recenseador e de cinco meses para ACM e ACS, podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária. A contratação temporária é regida pela Lei nº 8.745/1993.

Últimas