Brasil Itamaraty manifesta apoio à embaixada de Portugal após assalto

Itamaraty manifesta apoio à embaixada de Portugal após assalto

Criminosos invadiram o consulado-Geral de Portugal e fizeram a família do embaixador Luiz Gaspar da Silva reféns

  • Brasil | Do R7

Itamaraty disse que vai ajudar nas investigações

Itamaraty disse que vai ajudar nas investigações

Marcello Casal Jr/Agência Brasil - 20.04.2020

O Ministérios das Relações Exteriores emitiu neste domingo (31) um comunicado para expressar solidariedade ao Cônsul-Geral de Portugal no Rio de Janeiro, Embaixador Luiz Gaspar da Silva, à sua família e às demais pessoas afetadas pelo assalto ao Consulado-Geral do país.

A posição ocorre após criminosos armados renderem os seguranças do local e, após fazerem reféns, roubarem joias, computadores e outros itens que estavam no consulado português.

“O Ministério das Relações Exteriores acompanha o tema com atenção, auxiliando as investigações, e mantém contato com a Embaixada e os consulados de Portugal para oferecer o apoio cabível”, destaca o documento.

Na nota, o Itamaraty afirma que o ministro das Relações Exteriores, Carlos França, que está na Itália na reunião do G-20, telefonou a Gaspar da Silva para manifestar o apoio ao colega embaixador.

“O governo brasileiro está seguindo as obrigações elencadas na Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, sobretudo a de garantir a segurança de Embaixadas e Repartições Consulares instaladas em território nacional”, aponta a nota. “As relações luso-brasileiras são fortes e baseiam-se na profunda ligação entre os povos e na boa colaboração entre os governos”, completa o Itamaraty.

Últimas