A Prisão de Lula
Brasil Jair Bolsonaro parabeniza Dias Tofolli por queda de liminar no STF

Jair Bolsonaro parabeniza Dias Tofolli por queda de liminar no STF

Presidente eleito disse que decisão 'poderia beneficiar dezenas de milhares de presos em segunda instância e colocar em risco o bem estar da sociedade'

Lula preso

Bolsonaro usou redes sociais para comentar liminar

Bolsonaro usou redes sociais para comentar liminar

Marcelo Fonseca/Folhapress - 14.12.2018

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) comemorou nesta quarta-feira (19) a queda da liminar que suspendia todas as prisões em que ainda não tivesse ocorrido o ‘trânsito julgado’ (esgotamento dos recursos). Pelas redes sociais, Bolsonaro parabenizou o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Tofolli, pela atitude.

Mais cedo, o ministro Marco Aurélio Mello havia concedido tal liminar em decisão monocrática (individual), horas antes do recesso do STF — a Corte retoma às atividades normais no início de fevereiro. Por isso, coube a Tofolli, ministro de plantão, analisar o pedido de recurso da PGR (Procuradoria-Geral da República).

Leia também: Dodge denuncia Temer ao STF no caso do inquérito dos portos

“Parabéns ao presidente do Supremo Tribunal Federal por derrubar a liminar que poderia beneficiar dezenas de milhares de presos em segunda instância no Brasil e colocar em risco o bem estar de nossa sociedade, que já sofre diariamente com o caos da violência generalizada”, escreveu Bolsonaro, no Twitter.

A decisão poderia, por exemplo, beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Lula foi preso e condenado no âmbito da operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex no Guarujá (SP).

Veja também: Bolsonaro reúne ministros e define primeiras ações do governo