Lula

Brasil Juíza decreta segredo na ação em que Promotoria pede prisão de Lula

Juíza decreta segredo na ação em que Promotoria pede prisão de Lula

Maria Priscilla Ernandes avisa que sua decisão a respeito do caso ainda pode demorar

  • Brasil

Lula foi acusado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica

Lula foi acusado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica

Agência Brasil

A juíza Maria Priscilla Ernandes, da 4ª Vara Criminal da Capital, decretou segredo de Justiça do processo em que o ex-presidente Lula é acusado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica no caso triplex — apartamento no Guarujá que, segundo a Promotoria criminal de São Paulo, pertence ao petista.

— Trata-se de processo de elevada repercussão social, em que há acusações contra o ex-Presidente da República e requerimento de medidas cautelares sérias.

A denúncia contra Lula foi apresentada na quarta-feira (9). Os promotores de Justiça acusam 16 investigados por irregularidades em empreendimentos da Bancoop (Cooperativa Habitacional dos Bancários).

Leia mais notícias de Brasil no R7

A ex-primeira dama Marisa Letícia, o filho mais velho do casal, Fábio Luiz Lula da Silva, o Lulinha, o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto também estão entre os denunciados.

A juíza avisa que sua decisão sobre recebimento ou não da denúncia e sobre o pedido de prisão do ex-presidente pode demorar.

— Neste momento saliento que o processo apresentado pelo Ministério Público do Estado de São Paulo possui 36 volumes, ainda não findo o processo de digitalização, e já existem habilitações de procuradores de alguns denunciados, e para a análise da viabilidade da acusação, bem como dos pedidos cautelares formulados, necessária a detida apreciação de todo o material apresentado, o que demandará algum tempo.

Acompanhe todo o conteúdo da Rede Record no R7 Play

Últimas